Projeto “Felicidade Black”

A dupla Lucas e Orelha vai comandar a programação musical do projeto, que contará com participações de MC Rebecca, Mumuzinho, DJ Zullu e mais.

Universal Music e o selo TsVox Music se unem para realizar juntas o projeto “Felicidade Black”.  Idealizado pelos produtores musicais Umberto Tavares e Jefferson Junior, e tendo como parceiro do projeto o Portal POPline, o projeto trará músicas e experiências que valorizam a cultura e a identidade pretas e propõe discussões e trocas de experiências de vida dos pretos no Brasil.
Como o próprio nome do projeto diz, o encontro da felicidade é o tema central. Qual a visão do preto em seu papel na sociedade: vida pessoal, carreira, equidade, diferenças dentro da comunidade, ancestralidade, acesso ao mercado de trabalho e autoimagem.
Quem estará à frente da programação musical do projeto é a dupla de cantores Lucas e Orelha, que dará voz às músicas, junto com vários convidados. Serão lançadas cinco músicas e seus respectivos clipes, que serão disponibilizados em todas as plataformas de música digital.
O primeiro lançamento musical do projeto é a canção “Felicidade Black”, aconteceu no último dia 01 de outubro em todas as plataformas digitais. A canção foi composta por Lucas e Orelha, em parceria com Becca Perret, DJ Zulu e Rapha Lucas. Ouça e baixe aqui: umusicbrazil.lnk.to/FelicidadeBlack . Juntamente com a faixa, o grupo também apresenta o seu videoclipe oficial.
Além da programação musical, serão realizadas diversas conversas, que contarão com a participação de representantes pretos das mais variadas áreas profissionais, entre eles Rodrigo França (ator, diretor, roteirista), Arielle Macedo (coreógrafa), Katiuscia Ribeiro (filósofa doutora em filosofia africana), Luiza Teles (advogada de Direito Autoral), Jonathan Raymundo (professor de história, palestrante e escritor), Flavio Saturnino (CEO do Portal POPline) além dos próprios cantores que interpretam as faixas.  Divididas por temas, essas conversas serão lançadas em vídeos no perfil de Facebook/Instagram da dupla Lucas e Orelha. Os conteúdos musicais serão lançados em todas as plataformas de streaming e no canal do YouTube da dupla.
O produtor Umberto Tavares conta como surgiu a ideia do projeto “Felicidade Black”: “Surgiu da necessidade de cantar ao povo preto uma mensagem de esperança e de amor em um ano com tantos fatos tristes envolvendo racismo. “I can’t breathe” é a frase do ano. E aquele sonho, lá de 1963, de Martin Luther King, ainda não se realizou. Nós, pretos, ainda sonhamos com igualdade, com oportunidade, com respeito. Por isso, decidimos levar uma mensagem musical e de esperança ao nosso povo. Uma mensagem positiva, vibrante, como é a nossa essência. Por isso, ‘Felicidade Black’”.
 A ideia inicial era fazer um projeto estritamente musical, e sua abrangência foi se expandindo conforme os idealizadores foram angariando apoio. “Com cada pessoa que compartilhávamos a ideia, vinha um sorriso e ganhávamos um aliado. Todos queriam participar, se agregando de alguma forma ao projeto. Os debates foram ampliados e uma música se transformou em mais quatro. O bate-papo virou roda de argumentação, novos artistas souberam e pediram para participar, enfim… Temos um céu de oportunidades! Os planos de hoje são de um EP, um show, um evento, um movimento cultural / social, um programa de TV… Tudo agora pode acontecer com este projeto...”.
Historicamente, a música se tornou uma importante aliada da luta das pessoas pretas. “A música sempre foi uma voz mensageira, sempre foi um grito. É uma ferramenta de luta. Para falar sobre racismo ela é grandiosa! E no Felicidade Black ela é fundamental para enaltecer a cultura preta”, disse Lucas. “A música é democrática, é para que todos possam ouvir. Ela traz informação, com beleza e sensibilidade. Estou muito feliz com todo esse projeto”, complementa Orelha.